Febre Reumática e Suspeita de COVID-19

Publicado
2020-12-04
Palavras-chave: pediatria, febre reumática, covid-19

    Autores

  • Isabella Menezes de Resende Amador IMEPAC
  • Andressa Medeiros Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos
  • Anna Giullia Bruci Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos
  • Isabela Mansur Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos
  • Nelson Donizete Santa Casa de Misericórdia de Araguari.
  • Fernanda Cruvinel Santa Casa de Misericórdia de Araguari.
  • Jennyffer Andrade Santa Casa de Misericórdia de Araguari.

Resumo

Criança do sexo masculino, 12 anos, deu entrada em pronto atendimento com quadro de dor em genicular esquerdo com início há dois dias. Paciente possui histórico de episódios de crise de dispneia, em que automedicava com Salbutamol para alívio, no entanto, não possui diagnostico prévio de qualquer doença respiratória. Ao exame físico constatou-se obesidade infantil e artralgia de genicular esquerdo associado a edema local. Após medicação, houve melhora temporária, mas a dor migrou para genicular direito associada a edema e também evoluiu com dispneia, taquipneia e hipossaturação. O início dos sintomas respiratórios, dentro do atual cenário de pandemia, ainda em ambiente hospitalar, levantou a suspeita de infecção por COVID-19. Todas as medidas de isolamento imediato foram realizadas, suporte clínico e exames complementares para detecção do vírus. Foi realizada radiografia torácica, tomografia de tórax e ecocardiograma transtorácico com importantes achados cardiológicos. Neste cenário, foi elaborado um plano de cuidados levando em conta as necessidades dentro do contexto de saúde pública, prezando a visão holística do paciente considerando seus determinantes sociais, alcançando o alívio dos sintomas para alta hospitalar e contrarreferência para a atenção especializada com o intuito de promover vínculo longitudinal  ao paciente e sua família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Especializada à Saúde. Departamento de Atenção Hospitalar, Domiciliar e de Urgência. "Protocolo de Manejo Clínico da Covid-19 na Atenção Especializada", Brasília - DF, 2020.

NETTO, Raimundo; CORRÊA, José. Epidemiologia do surto de doença por coronavírus (COVID-19). Revista Desafios, Vol. 7. Manaus, Brasil. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8710/16715. Acesso em: 09 jun 2020.

GOLDENZON, A. V. et al. Febre reumática: revisão e discussão dos novos critérios diagnósticos. Revista de Pediatria SOPERJ. 2016. v.16, n. 3, p 30-35.

FARIAS, L.P. et al. O sinal do halo como apresentação tomográfica pulmonar na COVID-19. Einstein (São Paulo). 2020.

RONCONI G. et al. SARS-CoV-2, which induces COVID-19, causes kawasaki-like disease in children: role of pro-inflammatory and anti-inflammatory cytokines. Journal of biological regulators and homeostatic agentes. 2020. V. 34, n. 3.

Como Citar
AMADOR, I. M. DE R.; MACIEL, A. M.; BRUCI, A. G. C. .; MOREIRA, I. M. R. .; JÚNIOR, N. D. F.; CRUVINEL, F. F. .; ANDRADE, J. DE L. . Febre Reumática e Suspeita de COVID-19. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 5, n. 10, p. 18-23, 4 dez. 2020.