Sobre a Revista

Histórico

A Revista Master – Ensino, Pesquisa e Extensão foi criada em janeiro de 2016 como forma de divulgação de pesquisas, projetos de extensão e atividades de ensino de toda comunidade acadêmica do IMEPAC e, desde então, vem se consolidando como um meio de divulgação de prossibilidades de transformações, pautada em orientações teóricas, filosóficas e artísticas que se contrapõem às práticas exclusivistas de produção de conhecimento e à hierarquia social dos objetos de estudo.

A administração da revista e a aplicação de sua política e gestão ficam a cargo de uma Coordenadoria Editorial, de um Conselho Editorial e de um Conselho Consultivo, os quais adotam como referência propostas aprovadas pelo CEPEC - Coordenação de Extensão, Pesquisa, Pós-Graduação e Cultura (Centro Universitário IMEPAC) e pelo CIEP - Coordenação de Iniciação Científica, Extensão e Pós-Graduação (Faculdade IMEPAC de Itumbiara).

A Revista Master é uma publicação seriada e de conteúdo multidisciplinar aberta à comunidade científica nacional e internacional, arbitrado por pares e distribuída de forma digital. É editada pelo Centro Universitário IMEPAC e pela Faculdade IMEPAC de Itumbiara.

 

Temas

A Revista Master publica pesquisas  nos diferentes campos do conhecimento, abrangendo as áreas de Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas e da Saúde; Engenharias, Ciências Agrárias, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas.

 

Foco e Escopo

A Revista Master é periódico pluralista, multidisciplinar e aberto para divulgar publicações de toda comunidade acadêmica interna e externa. Propõe-se a agrupar o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, materializados pelas produções dos professores, alunos, egressos e da academia em geral, propiciando trocas de experiências e aprendizados nas diversas áreas do conhecimento. É parte, ainda, do escopo desta Revista, a inserção de temas ou problemas da atualidade no processo de ensino, pesquisa e extensão. A Master aceita trabalhos digitalizados em língua portuguesa e em línguas estrangeiras modernas (inglês e espanhol).

 

Seções

A Revista Master é editada em volumes anuais compostos por dois números, publicados em separado e disponibilizados apenas pela Internet. Cada número é composto por um mínimo de dez trabalhos, classificados tipologicamente em: artigos de pesquisa originais, artigos de revisão, relatos de experiências, projetos aplicativos, resenhas e editoriais.

 

Periodicidade

A Revista Master possui periodicidade semestral e recebe textos em fluxo contínuo. Os textos selecionados são publicados coletivamente, quando o sumário referente ao número estiver pronto ao final de cada semestre. 

 

Formas de Avaliação

A Revista Master utiliza o processo de avaliação por pares cega. Para assegurar a integridade desse tipo de avaliação, deve-se tomar todos os cuidados possíveis para não revelar a identidade tanto de autores quanto de avaliadores, o que exige algumas precauções com o texto e as propriedades do documento:

a) Os autores do documento devem excluir do texto nomes, substituindo com "Autor" e o ano em referências e notas de rodapé, em vez de nomes de autores, título do artigo etc.;

b) em documentos do Microsoft Office, a identificação do autor deve ser removida das propriedades do documento (no menu Arquivo > Propriedades), iniciando em Arquivo, no menu principal, e clicando na sequência: Aqruivo > Salvar como... > Ferramentas (ou Opções no Mac) > Opções de segurança... > Remover informações pessoais do arquivo ao salvar > OK > Salvar.;

c) Não é aceito manuscritos submetidos em PDFs.

 

Processo Avaliativo

Primeiramente, os artigos submetidos passam pela pré-avaliação da Coodenação Editorial para verificação dos documentos complementares e da pertinência ao foco e escopo da revista.

Uma vez aprovados nesta pré-seleção, os trabalhos são submetidos à apreciação de, no mínimo, dois pareceristas selecionados por especialidade e/ou afinidade em relação ao conteúdo temático dos trabalhos sob apreciação.

Os pareceristas revisam a qualidade dos trabalhos de acordo com seu rigor conceitual, relevância acadêmica, originalidade e clareza de exposição. A eles é reservado o direito de apresentar parecer favorável condicionado à reformulação do artigo ou trabalho congênere, apresentar sugestões para reformulação, bem como o direito de sugerir a edição do texto reformulado, desde que as eventuais alterações não afetem o seu conteúdo. Caso o parecer indique reformulações, todos os trechos deverão ser apontados com destaque de parágrafos e ou páginas, conforme o caso.

Os pareceristas têm um prazo de vinte dias corridos, a partir da data de entrega do artigo, para a apresentação do parecer. Este prazo poderá ser prorrogado por período igual ou menor, a critério do coordenador editorial, desde que a dilação do prazo não incorra em atraso nos trabalhos de composição e impressão da revista.

Os pareceristas são responsáveis pelo parecer referente à reavaliação do texto para o qual sugeriram alterações.

Os pareceristas devem revelar aos editores quaisquer conflitos de interesse que possam influir em suas opiniões sobre o manuscrito e declarar-se não qualificados para revisar originais específicos se acreditarem que esse procedimento é apropriado.

Em caso de trabalhos e/ou pesquisas que envolvam seres humanos deverá ser mencionada a autorização de participação voluntária dos participantes da pesquisa (Ex: TCLE) e o parecer de aprovação do CEP com seu respectivo número de registro, em conformidade com a Resolução CNS 466/12.

 

Revisão

O processo de revisão dos artigos envolve uma média de dois meses. E a notificação aos autores é feita pelo ambiente da Revista Master.

 

Política de Acesso Livre

A Revista Master segue a política de acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Esta política propõe romper as barreiras econômicas que geram desigualdades tanto no acesso à informação quanto na publicação de resultados de pesquisas e práticas de extensão que buscam ou se enquadram nos padrões editoriais da revista.

Nenhum encargo ou taxa é cobrado pela publicação de artigos.

Os trabalhos estão licenciados sob a licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional:  http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0

 

Política Antiplágio

As suposições do plágio são:

a) apresentar trabalhos de outros como seu;

b) adotar palavras ou ideias de outros autores sem o devido reconhecimento;

c) não usar aspas e número de página(s) em uma citação literal;

d) paráfrase de uma fonte sem mencioná-la;

e) paráfrase abusiva, mesmo que a fonte seja mencionada.

 

Os pressupostos gerais da fraude científica são os seguintes:

a) fabricação, falsificação ou omissão de dados e plágio;

b) publicação duplicada; e

c) conflitos de autoria.

 

Todos os trabalhos aceitos são submetidos a um software de detecção de plágio (CopySpider)

Os autores assumirão as consequências de qualquer natureza decorrentes do descumprimento das obrigações indicadas nessas regras editoriais.

Em casos em que o plágio é incorrido, a Coordenação Editorial seguirá os seguintes procedimentos: a evidência do plágio detectado será enviada ao(s) autor(es), solicitando uma explicação sobre ele. Se a resposta não for satisfatória, o artigo não será publicado e, se aplicável, a mídia na qual o artigo plagiado original foi publicado será informada.

 

Propriedade intelectual

A propriedade intelectual dos artigos publicados é exclusiva dos autores, que cedem o direito de sua comunicação pública à revista.

As opiniões expressas nos trabalhos publicados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem necessariamente a posição da equipe editorial da Revista Master.