Análise do conhecimento dos doentes de asma sobre a patologia antes e depois de uma intervenção educativa

Publicado
2020-12-01
Palavras-chave: Asma, Autocuidado, Educação em Saúde

Resumo

A asma é uma doença inflamatória crônica associada à hiperresponsividade das vias aéreas e obstrução ao fluxo aéreo, seu quadro clínico é caracterizado por episódios recorrentes de sibilos, dispneia, opressão torácica e tosse. O objetivo deste trabalho foi analisar o conhecimento de pacientes portadores de asma a respeito da patologia, antes e depois de uma intervenção educativa. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal com abordagem qualitativa por meio de aplicação de questionários. Os critérios de inclusão foram pacientes de 18 a 60 anos atendidos por um Centro Ambulatorial com o diagnóstico de asma registrado em prontuário e que concordaram em participar do estudo em todas as suas fases. Foram excluídos os que não consentirem em responder ao questionário, e/ou que apresentaram déficit cognitivo e com outros diagnósticos pulmonares que não asma. O estudo demonstrou que os pacientes que participaram das reuniões obtiveram resultados positivos, como a melhoria do conhecimento e da gestão da doença. A realização das reuniões com um pequeno número de participantes contribuiu para maior adaptação dos temas abordados às necessidades de cada caso, embora tenha restringido o debate e a troca de conhecimento entre os pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AYELE, A. A.; TEGEGN, H. G. Non adherence to inhalational medications and associated factors among patients with asthma in a referral hospital in Ethiopia, using validated tool TAI. Asthma Research and Practice, v.3, n.7, 2017. p. 3-7

BRASIL. Ministério da Saúde. Asma: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. 2017. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/asma#inicio>. Acesso em: 14 jun 2019.

CHATKIN, José Miguel et al. Adesão ao tratamento de manutenção em asma (estudo ADERE). J Bras Pneumol, v. 32, n. 4, p. 277-83, 2006.

CORIOLANO, M. W. L. et al. Repercussão de uma intervenção educativa com agentes comunitários de saúde nas condições ambientais de domicílios de crianças asmáticas. J bras pneumol, v. 37, n. 3, 2011. p. 317-25

GINA. Global Strategy for Asthma Management and Prevention. Global Initiative for Asthma (GINA), 2017. Disponível em: < http://ginasthma.org/download/317/>. Acesso: 09 de outubro de 2017.

IV DIRETRIZES BRASILEIRAS PARA O MANEJO DA ASMA. J. bras. pneumol. São Paulo, v. 32, supl. 7, p. S447-S474, nov. 2006.

OLIVEIRA, M. A. et al. Custo-efetividade de programa de educação para adultos asmáticos atendidos em hospital-escola de instituição pública. J. Pneumologia, São Paulo , v. 28, n. 2, 2002. p. 71-76.

PLAZA, V. et al. A repeated short educational intervention improves asthma control and quality of life. European Respiratory Journal. v.46, n. 5, 2015. p. 1298-1307.

SILVA, E. C. F. Asma Brônquica. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ, Rio de Janeiro, ano 7, jul./dez. 2008.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA - SBPT. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia para o Manejo da Asma – 2012. J. Bras pneumol, v. 38, suplemento 1, p.S1-S46, 2012.

TABALIPA, F. O.; SILVA, J. Como diagnosticar e tratar asma. Revista Brasileira de Medicina, v. 69, n. 12, 2012, p. 83-96.

TRAD, L. A. B. Grupos focais: conceitos, procedimentos e reflexões baseadas em experiências com o uso da técnica em pesquisas de saúde. Physis: revista de saúde coletiva, v. 19, n.3, 2009, p. 777-796.

Como Citar
MELO, S. T. V. .; CARMO, B. T. C. DO .; PRADO, G. M. .; ARAÚJO, I. G.; VEIGA, I. V.; PEIXOTO, K. G.; ESPINOSA, L. G.; GONZAGA, N. R.; SOUZA, H. C. DE; LEMOS, V. S. Análise do conhecimento dos doentes de asma sobre a patologia antes e depois de uma intervenção educativa. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 5, n. 10, p. 26-35, 1 dez. 2020.

Most read articles by the same author(s)