A importância da atenção primária no manejo e erradicação da hanseníase: uma revisão integrativa

Autores

  • RAFHAELLA CRISTINA RIBEIRO FACULDADE IMEPAC DE ITUMBIARA
  • THALIANE CASSEMIRA ALVES FACULDADE IMEPAC DE ITUMBIARA
  • Ana Leticia Medeiros Lopes
  • Danielle Tariana Peres Pereira
  • CAMERINO FERREIRA DE OLIVEIRA NETO FACULDADE IMEPAC DE ITUMBIARA
  • DEBORA VIEIRA FACULDADE IMEPAC DE ITUMBIARA
  • IARA GUIMARAES RODRIGUES FACULDADE IMEPAC DE ITUMBIARA

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v7i14.307

Palavras-chave:

Hanseníase, Atenção primária à saúde, Estratégia de Saúde da Família, Saúde Pública

Resumo

Introdução: A hanseníase é uma doença que se manifesta como um problema de saúde e os serviços de Atenção Primária à Saúde (APS) têm um papel fundamental para a redução da carga da doença. O objetivo deste estudo é identificar na literatura científica a importância da atenção básica no controle da hanseníase e analisar os fatores que influenciam nesse processo. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo de revisão integrativa que foi delineado a partir dos critérios estabelecidos no guia Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). O levantamento dos artigos foi realizado nas seguintes bases de dados: Google Acadêmico, Pubmed/MEDLINE,LILACS, Scielo. Na busca inicial foram encontrados 43 artigos. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão e leitura na íntegra, selecionou-se 16 artigos científicos, publicados entre 2010 e 2021. Resultados: De modo geral os trabalhos retratam sobre as Ações do Controle da Hanseníase (ACH) realizado pela APS, cabendo destacar que independente da metodologia da pesquisa, quando a APS realiza as ACH de forma efetiva, tem um impacto importante no controle da doença, caso contrário impacta negativamente. Conclusão: A descentralização das ACH para o âmbito da APS vem impondo a reorientação da prática da Estratégia de Saúde da Família (ESF), isto fortalece a política de controle da doença, ao facilitar o acesso ao diagnóstico e ao tratamento e principalmente a formação de vínculo com o paciente o que se tem uma melhora na adesão ao tratamento e acompanhamento da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AQUINO, C.M.F; ROCHA, E.P.A. A; GUERRA, M. C. G; et al. Peregrinação (Via Crucis) até o diagnóstico da hanseníase. Revista de Enfermagem UERJ, v. 23, n. 02, Mar/Abril 2015. DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2015.12581

LANZA, F; LANA, F.C.F. Acesso às ações de controle da hanseníase na atenção primária à saúde em uma microrregião endêmica de Minas Gerais. Revista APS, v. 14, n. 03, Jul/Set 2011.

LANZA, F; LANA, F.C.F. Descentralização das ações de controle da hanseníase na microrregião de Almenara, Minas Gerais. Revista Latino Americana de Enfermagem, v. 19, n. 01, Jan/Fev 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-11692011000100025

LANZA, F; LANA, F.C.F; CARVALHO, A.P.M; et al. Ações de Controle da Hanseníase: tecnologias desenvolvidas nos Municípios do Vale Do Jequitinhonha, Minas Gerais. Revista de Enfermagem do Centro Oeste Mineiro, v. 01, n. 02, Abr/Jun 2011.

LANZA, F.M; VIEIRA, N.F; OLIVEIRA, M.M.C; et al. Validação do instrumento de avaliação do desempenho da atenção primária nas ações de controle da hanseníase (PCAT – hanseníase): versão profissionais. HU Revista, v. 44, n. 03, Jul/Set 2018. DOI: https://doi.org/10.34019/1982-8047.2018.v44.25618

LANZA, F.M; VIEIRA, N.F; OLIVEIRA, M.M.C; et al. Avaliação da Atenção Primária no controle da hanseníase: proposta de uma ferramenta destinada aos usuários. Revista Escola de Enfermagem USP, v. 48, n. 06, Out 2014.

LEITE, T.R.C; SILVA, I.G.B; LANZA, F.M; et al. Ações de controle da hanseníase na atenção primária à saúde: uma revisão integrativa. Vittalle – Revista de Ciências da Saúde, v. 32, n. 03, Set 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/vittalle.v32i3.11080

LIMA, R.S.K; OLIVEIRA, L.B.P; GAMA, R.S; et al. A Importância da busca ativa como Estratégia de Controle da Hanseníase em territórios endêmicos. Revista Hansen Int, v. 41, n. 1-2, Mar 2018.

LIMA, Z.S; SOUSA, I.C.A, PAULINO, T.S.C; et al. A Prevenção e o Controle da Hanseníase: Um desafio para o enfermeiro da Atenção Básica. Carpe Diem: Revista Cultura e Científica do UNIFACEX, v. 11, n. 11, 2013.

MONTEIRO, L.D; LOPES, L.S.O; SANTOS, P.R; et al. Tendências da hanseníase após implementação de um projeto de intervenção em uma capital da Região Norte do Brasil, 2002-2016. Caderno de Saúde Pública, v. 34, n. 11, Ago 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00007818

RODRIGUES, R.N; ARCÊNIO, R.A; LANA, F.C.F. Epidemiologia da Hanseníase e a Descentralização das Ações de Controle no Brasil. Revista Baiana de Enfermagem, v. 35, n. 39000, Fev 2021. DOI: https://doi.org/10.18471/rbe.v35.39000

SILVA, M.C.D; PAZ, E.P.A. Educação em Saúde no Programa de Controle Da Hanseníase: A Vivência da equipe multiprofissional. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 14, n. 02, Abr/Mar 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-81452010000200003

SOUSA, G.S; SILVA, R.L.F; XAVIER, M.B. Hanseníase e atenção primária: um estudo avaliativo sob a ótica do médico. Revista Saúde Pública, v. 20, n. 03, Jan 2018. DOI: https://doi.org/10.15446/rsap.v20n3.56109

VIEIRA, N.F; LANZA, F.M; LANA, F.C.F; RIERA, J.R.M. Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde nas ações de controle da hanseníase. Revista de Enfermagem UERJ, v. 26, n. 31925, Jun 2018. DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2018.31925

Downloads

Publicado

2022-12-31

Como Citar

CRISTINA RIBEIRO, R.; CASSEMIRA ALVES, T. .; MEDEIROS LOPES , A. L.; TARIANA PERES PEREIRA, D. .; FERREIRA DE OLIVEIRA NETO, C. .; VIEIRA, D.; GUIMARAES RODRIGUES, I. A importância da atenção primária no manejo e erradicação da hanseníase: uma revisão integrativa. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 7, n. 14, 2022. DOI: 10.47224/revistamaster.v7i14.307. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/307. Acesso em: 18 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>