Fatores de risco e intervenções associados à queda em idosos: uma revisão bibliográfica

Publicado
2020-07-27
Palavras-chave: idosos, fatores de risco, queda

    Autores

  • Paula Andressa Menezes Santos IMEPAC
  • Amanda Reis Silva IMEPAC
  • Cinthya Layssa Silva Mororó IMEPAC
  • Laryssa Roberta Lemos Dias IMEPAC
  • Melissa Mariane dos Reis IMEPAC

Resumo

A população brasileira está passando por rápido processo de envelhecimento e tal fenômeno impactará significativamente em como as pessoas projetam comportamentos individuais, porquanto alterações fisiológicas transcorrem na senescência. Nesse contexto, de fragilidade inerente, analisar os fatores de risco associados a queda em idosos torna-se essencial para garantir sua qualidade de vida. Considerando que é necessário aprimorar o conhecimento sobre queda em idosos, por ter alta prevalência na sociedade, este estudo tem como objetivo verificar os seus fatores de risco e medidas de prevenção aplicáveis à Atenção Básica para que possa ser ferramenta de auxílio aos profissionais e estudantes atuantes na área de Saúde Coletiva. O estudo trata-se de uma revisão de literatura elaborada a partir de artigos presentes nas bases de dados Scielo, Lilacs e MedLine, com auxílio do mecanismo de pesquisa avançada do Google Acadêmico e da Biblioteca Virtual em Saúde. Dentre outros fatores, este estudo demonstrou que a etiologia das quedas é pertinente a fatores intrínsecos ao paciente e fatores ambientais. Logo, as intervenções preventivas a essa fatalidade devem incluir ações comunitárias e individuais. Nesse cenário, é de fundamental importância identificar os fatores de riscos. Faz-se necessário, ainda, a criação de instrumentos eficientes e capazes de identificar potenciais riscos às quedas. Concomitante, é preciso a ampliação da conscientização sobre o assunto com foco em mulheres idosos com menor nível socioeconômico, vulneráveis a uma percepção negativa de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Débora Regina de Oliveira Moura et al. Factors associated with recurrent falls in a cohort of older adults. Ciencia e Saude Coletiva, v. 21, n. 11, p. 3439–3446, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232016001103439&script=sci_arttext&tlng=en. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

ABREU, Débora Regina de Oliveira Moura et al. Fall-related admission and mortality in older adults in Brazil: Trend analysis. Ciencia e Saude Coletiva, v. 23, n. 4, p. 1131–1141, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n4/en_1413-8123-csc-23-04-1131.pdf. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

BINOTTO, Maria Angélica et al. Fragilidade física e velocidade da marcha em idosos da comunidade: uma revisão sistemática. Revista da Escola de Enfermagem da U S P, v. 52, p. e03392, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-62342018000100810&script=sci_abstract&tlng=es. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

BUSHATSKY, Angela et al. Fatores associados às alterações de equilíbrio em idosos residentes no município de São Paulo em 2006: evidências do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE). Revista brasileira de epidemiologia = Brazilian journal of epidemiology, v. 21Suppl 02, n. Suppl 2, p. e180016, 2019. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1415-790X2018000300413&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 10 de setembro de 2019.

CHINI, Lucélia Terra et al. Validação da Ferramenta de Rastreio de Risco de quedas (FRRISque) em pessoas idosas que vivem na comunidade. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 8, p. 2845–2858, 2019. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232019000802845. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

CRUZ, Danielle Teles Da et al. Fatores associados a quedas recorrentes em uma coorte de idosos. Cadernos Saúde Coletiva, v. 25, n. 4, p. 475–482, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-462X2017000400475&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 11 de setembro de 2019.

DUARTE, Gisele Patricia et al. Relação de quedas em idosos e os componentes de fragilidade. Revista brasileira de epidemiologia - Brazilian journal of epidemiology, v. 21Suppl 02, n. Suppl 2, p. e180017, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2018000300414. Acesso em: 12 de setembro de 2019.

DUARTE, Yeda Aparecida de Oliveira et al. Fragilidade em idosos no município de São Paulo: prevalência e fatores associados. Revista brasileira de epidemiologia - Brazilian journal of epidemiology, v. 21Suppl 02, n. Suppl 2, p. e180021, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v21s2/1980-5497-rbepid-21-s2-e180021.pdf. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

GASPAR, Ana Carolina Macri et al. Factors associated with fall prevention practices in older adults. Escola Anna Nery - Revista de Enfermagem, v. 21, n. 2, p. 1–8, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-81452017000200215&script=sci_arttext&tlng=en. Acesso em: 10 de setembro de 2019.

LIMA, Alisson Padilha De et alPrevalência e fatores associados às quedas em idosos de Estação-RS: estudo transversal de base populacional. Cadernos Saúde Coletiva, v. 25, n. 4, p. 436–442, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-462X2017000400436&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 10 de setembro de 2019.

LINS, Maria Eduarda Morais et al. Risco de fragilidade em idosos comunitários assistidos na atenção básica de saúde e fatores associados. Saúde em Debate, v. 43, n. 121, p. 520–529, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042019000200520. Acessoem: 12 de setembro de 2019.

MORSCH, Patricia et al.Falls’ problematization and risk factors identification through older adults’ narrative. Ciencia e Saude Coletiva, v. 21, n. 11, p. 3565–3574, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232016001103565&script=sci_arttext&tlng=en. Acesso em: 12 de setembro de 2019.

REIS, Karine Marques Costa Dos e JESUS, Cristine Alves Costa De. Relação da polifarmácia e polipatologia com a queda de idosos institucionalizados. Texto e Contexto Enfermagem, v. 26, n. 2, p. 1–9, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e03040015.pdf. Acesso em: 09 de setembro de 2019.

SILVA, Matheus Henrique Freitas et al. Pesquisa dos fatores de risco para quedas na população idosa de uma unidade básica do município de Itaúna – MG. Revista médica de minas gerais, v. 28, p. 1938, 2018. Disponível em: http://www.rmmg.org/exportar-pdf/2362/e1938.pdf. Acesso em: 12 de setembro de 2019.

Como Citar
SANTOS, P. A. M.; SILVA, A. R.; MORORÓ, C. L. S.; DIAS, L. R. L.; REIS, M. M. DOS. Fatores de risco e intervenções associados à queda em idosos: uma revisão bibliográfica. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 5, n. 9, p. 28-34, 27 jul. 2020.

Most read articles by the same author(s)