A estereotipia da cultura africana nas escolas

Autores

  • Danilo Faria de Moura Centro Universitário IMEPAC Araguari
  • Maria Luiza de Borba Alves
  • Alline Naves Teodoro
  • Ana Laura Machado de Sousa
  • André Felipe Angelica de Brito
  • Camila Fernandes de Souza
  • Larissa Esther de Freitas Da Silva
  • Maria Luiza Pires Peixoto
  • Myllena Sthéfany Dias Santos
  • Simei Resende Costa

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v6i11.155

Palavras-chave:

Racismo, Diversidade cultural, Escola, Educação

Resumo

Esse artigo descreve a uniformidade do ensino da cultura afro-brasileira nas instituições escolares que se apresenta de forma estereotipada, trazendo consigo uma deficiência na percepção dos alunos quanto ao modo de tratamento as pessoas negras. Descreve similarmente os meios para se alcançar uma educação igualitária que não carregue consigo nenhum tipo de segregação. Valeu-se de uma pesquisa feita com professores atuantes e que igualmente compartilham de experiências negativas quanto a aplicação da temática em seu cotidiano. É apresentado também algumas práticas pedagógicas visando a melhoria do trabalho com a diversidade cultural no âmbito escolar, o que facilitará o modo como os educadores enfrentam e abordam o tema, racismo em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

_______. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Parecer CNE/CP 3/2004, homologação publicada no DOU 19/05/2004, Seção 1, p. 19. Resolução CNE/CP 1/2004, publicada no DOU 22/06/2004, Seção 1, p. 11.
ARAÚJO, Eliany Alvarenga de. Construção social da informação: práticas informacionais no contexto de Organizações Não-Governamentais/ONGs brasileiras. 1998.
BERGER, Peter L.; LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1976
BAKKE, Rachel Rua Baptista. Tem orixá no samba: Clara Nunes e a presença do candomblé e da umbanda na música popular brasileira. Religião & Sociedade, v. 27, n. 2, p. 85-113, 2007.
BRASIL, Senado Federal. Constituição da república federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.
BRASIL, Legislação. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 2003.
BARBOSA, Rogério Andrade. O segredo das tranças e outras histórias africanas. São Paulo: Scipione, 2007.
DA SILVA, Jéssica Claudio Batista et al. Discriminação racial e seus reflexos no processo de ensino e aprendizagem. Anais do fórum de iniciação científica do UNIFUNEC, v. 7, n. 7, 2016.
DA SILVA, Maurício Pedro. Novas diretrizes curriculares para o estudo da história e da cultura afro-brasileira e africana: a lei 10.639/03. EccoS Revista Científica, v. 9, n. 1, p. 39-52, 2007.
DOS SANTOS CAVALLEIRO, Eliane. Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. Editora Contexto, 2004.
FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho D’Água, 1997.
GOMES, N.L. Educação cidadã, etnia e raça: o trato pedagógico da diversidade. In: Racismo e anti-racismo na educação: repensando nossa escola. CAVALLEIRO, Eliane. São Paulo: Summus, 2001.
GOMES, Nilma Lino; DE JESUS, Rodrigo Ednilson. As práticas pedagógicas de trabalho com relações étnico-raciais na escola na perspectiva de Lei 10.639/2003: desafios para a política educacional e indagações para a pesquisa. Educar em Revista, n. 47, p. 19-33, 2013.
LIMA, H. K. M. D. A importância de trabalhar o ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana em sala de aula. Universidade Federal Da Paraíba, CABACEIRAS, v. 1, n. 1, p. 1-27, dez./2016. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3403. Acesso em: 7 jun. 2020.
MARINHO, Josefa Janiele Cordeiro; DA SILVA JUNIOR, Weldingson Dias; GOMES, Maria Auxiliadora. Questões raciais em sala de aula: trabalhando a diversidade em âmbito escolar através da poesia. Educação e (Trans) formação, p. 86-98, 2018.
MARTINS, Edna; DAS GRAÇAS GERALDO, Aparecida. A Influência da Família no Processo de Escolarização e Superação do Preconceito Racial: um estudo com universitários negros. Revista Psicologia Política, v. 13, n. 26, p. 55-73, 2013.
MARTINS, José de Souza. A dialética do corpo no imaginário popular. Sexta-feira, antropologia, artes, humanidades. São Paulo: Editora Pletora, n. 4, 1999, p. 46-54.
MUNANGA, Kabengele. Negritude: usos e costumes. São Paulo: Ática, 1986.
PATTO, Maria Helena Souza. Estado, ciência e política na Primeira República: a desqualificação dos pobres. Estudos avançados, v. 13, n. 35, p. 167-198, 1999.
PEREIRA, C.; TORRES, A.; ALMEIDA, S. Um estudo de preconceito na representação de sociedades: análise da influência de um discurso justificador de discriminação no preconceito racial. Psicologia: Reflexão e Crítica, 16 (1), 95-107. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0102-79722003000100010>. Acesso em: 19 jun. 2020.
ROCHA, L.C.P. Política Educacional e a Lei 10.639/03: uma reflexão sobre a necessidade de superação de mecanismos ideológicos legitimadores do quando de desigualdades raciais e sócias na sociedade brasileira. In: Costa, Hilton; Silva, Paulo Vinicius Baptista (Orgs.). Notas de história e cultura afro-brasileira. Editora UEPG, Ponta Grossa, 2011.
SOUZA, I. S, MOTTA, F. P. C, FONSECA, D. Estudos sociológicos e antropológicos. São Paulo. 2002.
TAJFEL, H. Grupos humanos e categorias sociais: estudos em psicologia social. Lisboa: Livros Horizonte, 1982.
VALENTE, Ana Lúcia. Ação afirmativa, relações raciais e educação básica. Revista Brasileira de Educação, n. 28, p. 62-76, 2005.

Downloads

Publicado

2021-08-30

Como Citar

MOURA, D. F. de; DE BORBA ALVES, M. L. .; NAVES TEODORO, A. .; MACHADO DE SOUSA, A. L. .; ANGELICA DE BRITO, A. F.; FERNANDES DE SOUZA, C. .; DE FREITAS DA SILVA, L. E. .; PIRES PEIXOTO, M. L. .; STHÉFANY DIAS SANTOS, M.; RESENDE COSTA, S. . A estereotipia da cultura africana nas escolas. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 65–76, 2021. DOI: 10.47224/revistamaster.v6i11.155. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/155. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Extensão Universitária - Projetos Integradores

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2