A percepção de jovens do Ensino Médio acerca das Infecções Sexualmente Transmissíveis ISTs/AIDS: os determinantes sociais da saúde como fatores para a vulnerabilidade de adolescentes.

Autores

  • Eduarda Mundim Cardoso Mundim Cardoso imepac
  • Gabriel Cardoso Tudela
  • Maria Mariana Amado
  • Pedro Henrique Arenas Elias
  • Lucivânia Marques Pacheco

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v7i14.341

Palavras-chave:

Infecções Sexualmente Transmissíveis; AIDS; Adolescente; Ensino Médio

Resumo

INTRODUÇÃO: É notável falta de conhecimento dos jovens a respeito dos sintomas e das causas das doenças sexualmente transmissíveis, embora eles compreendam a importância da educação sexual, ela não é dada de forma efetiva, por esse motivo é de extrema importância implantar estratégias de promoção e prevenção a saúde sexual na juventude. OBJETIVO: Nesse contexto, este estudo objetiva verificar o conhecimento de jovens do Ensino Médio acerca das Infecções Sexualmente Transmissíveis IST’ s/AIDS e fazer uma associação entre os determinantes sociais de saúde e a vulnerabilidade dos adolescentes às IST’ s. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo transversal de abordagem quantitativa, realizado em três escolas Estaduais da cidade de Araguari, usando como instrumento de coleta de dados um questionário estruturado. RESULTADOS E DISCUSSÃO: nos itens relativos à prática do sexo seguro e contaminação pelo vírus, os alunos têm optado, em geral, pelas condutas seguras, a opção “tenho dúvidas” foi assinalada em mais de 30,00% dos itens indicando que apesar do alto percentual de respostas corretas, ainda existe dúvida a respeito do assunto. As repostas dos itens relativos à prevenção do contágio pela AIDS e a relação dos alunos com seus pares (amigos) evidenciaram que em 3,00 dos 12,00 itens os alunos CONCLUSÃO: Enfim, nota-se que os adolescentes têm alguma compreensão de que relações sexuais desprotegidas podem trazer malefícios para a saúde, por mais que o resultado tenha mostrado que muitos alunos não sabiam sobre as diversas formas de contágio.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, R. A. A. S. et al. Conhecimento de adolescentes relacionados às doenças sexualmente transmissíveis e gravidez. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 70, n. 5, p. 1033-1039, 2017.

ARANGO, H.G. Bioestatística Teórica e computacional.3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2009.

CIRIACO, N. L. C. et al. A importância do conhecimento sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) pelos adolescentes e a necessidade de uma abordagem que vá além das concepções biológicas. Revista Em Extensão, v. 18, n. 1, p. 63-80, 2019. DOI: https://doi.org/10.14393/REE-v18n12019-43346

DO VAL, L. F. Estudos dos fatores relacionados à Aids entre estudantes do Ensino Médio. 2001. 199f. Dissertação (Mestrado) Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2017.

FERNANDES, M. I. C. et al. Determinantes sociais de saúde e vulnerabilidades às infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 72, n. 6, 2019.

LEVINE, D. M.; BERENSON, M. L.; STEPHAN, D. Estatística: Teoria e Aplicações usando Microsoft Excel em Português. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

SANTOS, R. M. et al. Visão do sexo masculino sobre os métodos e prevenção das infecções sexualmente transmissíveis. Cadernos da FUCAMP, v. 19, n. 40, 2020.

SOUSA, C. P. et al. Adolescentes: maior vulnerabilidade às IST’ s/AIDS? RETEP – Revista Tendências da Enfermagem Profissional, v. 9 n. 4, p. 2289-22, 2017.

Downloads

Publicado

2022-12-31

Como Citar

MUNDIM CARDOSO, E. M. C.; CARDOSO TUDELA, G. .; MARIANA AMADO , M. .; ARENAS ELIAS , P. H. .; MARQUES PACHECO, L. A percepção de jovens do Ensino Médio acerca das Infecções Sexualmente Transmissíveis ISTs/AIDS: os determinantes sociais da saúde como fatores para a vulnerabilidade de adolescentes. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 7, n. 14, 2022. DOI: 10.47224/revistamaster.v7i14.341. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/341. Acesso em: 14 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)