Aperfeiçoamento do protocolo de atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual no município de Araguari-MG

Autores

  • Natasha Ayira Alves Pereira da Costa IMEPAC
  • Mariane Resende David Centro Universitário Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos https://orcid.org/0000-0002-6653-8263
  • Mariana Ingrid Messias Gonçalves Centro Universitário Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos
  • Marcos André Macêdo do Vale Silva Centro Universitário Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos
  • Roberta Ribeiro Souto

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v8i15.342

Palavras-chave:

Protocolo, Violência sexual, Araguari, crianças, adolescentes

Resumo

Objetivo: Analisar as notificações de violência sexual contra crianças e adolescentes da cidade de Araguari-MG e obter os dados sociodemográficos das vítimas. Metodologia: O estudo consiste em uma analise transversal do tipo quanti-qualitativo, através da verificação das fichas de notificação individual de violência armazenadas no Centro de Apoio Especializado (CAE) de Araguari dos últimos cinco anos. Resultados: Obteve-se um total de 26 vítimas, sendo 21 do sexo feminino e 4 do sexo masculino. Em relação aos meios de agressão 50% das ocorrências foram devido estupro, 3,84% foram descritas  como “avô mexia com ela todas as noites” e (3,84%) como “vontade própria”. Outros meios informados foram abuso sexual (3,84%), força corporal/espancamento (19,23%), ameaça (15,38%), assédio sexual (23,07%), pornografia infantil (7,69%) e sexismo (3,84%). Quanto à data da ocorrência e da notificação, uma ficha (3,84%) não possuía nenhuma das datas, 23 fichas foram notificadas no mesmo ano em que ocorreu a violência (88,46%), uma foi notificada após 10 anos da violência (3,84%) e outra após 6 anos (3,84%). Conclusão: Após as análises das notificações, foi possível concluir que de fato há uma necessidade de um aperfeiçoamento do protocolo de atendimento a essas vítimas, uma vez que percebe-se a falta de informações indispensáveis para que se obtenha de fato uma eficiente rede de cuidado e de proteção social para a atenção integral às crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violências no município de Araguari.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADED, N.L.O. et al. Children and adolescents victimized by sexual abuse in the city of Rio de Janeiro: an appraisal of cases. J Forensic Leg Med 2007; 14(4):216-220. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jcfm.2006.07.006

BRASIL. Ministério da Saúde. Linha de Cuidado para a Atenção Integral à Saúde de Crianças, Adolescentes e suas Famílias em Situação de Violências – Orientação para gestores e profissionais de saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas- Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

BRASIL. Ministério da saúde. Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes: norma técnica. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 3. ed. atual. e ampl., 1. reimpr. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012.

Brasil. Ministério dos Direitos Humanos. Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos. Disque Direitos Humanos: relatório 2019 [Internet]. Brasília; 2020 [citado 2021 jun. 13]. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/assuntos/noticias/2020-2/maio/Disque100Relatorio.pdf. Acesso em 29 out. 2022.

FARIAS, Marilurdes Silva et al. Caracterização das notificações de violência em crianças no município de Ribeirão Preto, São Paulo, no período 2006-2008. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 25, p. 799-806, 2016. DOI: https://doi.org/10.5123/S1679-49742016000400013

FLORENTINO, Bruno Ricardo Bérgamo. As possíveis consequências do abuso sexual praticado contra crianças e adolescentes. Fractal: Revista de Psicologia [online]. 2015, v. 27, n. 2 Disponível em: https://doi.org/10.1590/1984-0292/805. Acesso em 17 jun. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1984-0292/805

Kempe C. H. Sexual abuse, another hidden pediatric problem: the 1977 C. Anderson Aldrich lecture. Pediatrics 1978; 62(3):382-389. DOI: https://doi.org/10.1542/peds.62.3.382

Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos (2020). Relatório Violência contra crianças e adolescentes: 2018/2019.

MIRANDA, Millena Haline Hermenegildo et al. Violência sexual contra crianças e adolescentes: uma análise da prevalência e fatores associados. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 54, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2019013303633

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Linha de cuidado para atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violência. 2013.

Pereda, Noemí et al. The international epidemiology of child sexual abuse: a continuation of Finkelhor (1994). Child abuse & neglect vol. 33,6 (2009): 331-42. doi:10.1016/j.chiabu.2008.07.007. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19477003/. Acesso em 29 out. 2022. DOI: https://doi.org/10.1016/j.chiabu.2008.07.007

TRAJANO, Renata Kelly Nogueira et al. Comparativo de casos de violência sexual contra criança e adolescente no período 2018-2020. Research, Society and Development, v. 10, n. 1, p. e11710111384-e11710111384, 2021. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11384

United Nation Children's Fund. Hidden in plain sight: a statistical analysis of violence against children [Internet]. New York: UNICEF; 2014. Disponível em: https://www.unicef.org/publications/index_74865.html. Acesso em 28 out. 2022.

World Health Organization. Preventing intimate partner and sexual violence against women: taking action and generating evidence [Internet]. Geneva: WHO; 2010 [cited 2018 Dec 19]. Available from: http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44350/9789241564007_eng.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Downloads

Publicado

2023-07-14

Como Citar

ALVES PEREIRA DA COSTA, N. A.; RESENDE DAVID, M.; INGRID MESSIAS GONÇALVES, M.; ANDRÉ MACÊDO DO VALE SILVA, M.; RIBEIRO SOUTO, R. Aperfeiçoamento do protocolo de atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual no município de Araguari-MG. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 8, n. 15, 2023. DOI: 10.47224/revistamaster.v8i15.342. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/342. Acesso em: 21 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)