Comunicação de más notícias através do protocolo SPIKES: uma revisão bibliográfica

Autores

  • Nathália Quiel Barros Martins
  • Maria Gabriela Thomazini
  • Marília Tavares Rodrigues
  • Maycon Souza Matos
  • Roberta Ribeiro Souto

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v8i15.414

Palavras-chave:

Educação Médica, Relação Médico-Paciente, Comunicação em Saúde, Revelação da Verdade

Resumo

Introdução: A relação médico paciente tem evoluído e, no que tange a comunicação de más-notícias, esse avanço se manifestou por meio do protocolo SPIKES, que preza pela revelação da verdade na transmissão de informações psicologicamente dolorosas ao paciente e família de forma humanizada, buscando fortalecer o vínculo e amenizar os impactos na transmissão dessas informações. Objetivo: revisar a utilização do protocolo SPIKES na comunicação da má-notícia. Metodologia: Realizou-se uma revisão de literatura a partir de dados presentes em plataformas de pesquisa avançada e selecionando 11 artigos, junto ao Código de Ética Médica e documentos do Ministério da Saúde para embasamento teórico da discussão. Discussão: Observou-se uma carência de ensino deste método nas universidades e nos cursos de educação permanente, de modo a expor os profissionais não qualificados e os seus pacientes, já que a não utilização do protocolo pode impactar a relação médico-paciente, assim como potencializar a sensação de fracasso na comunicação, aumentando as chances do desenvolvimento da Síndrome de Burnout. Estudos apontam a relevância desse protocolo na prática médica, os seus benefícios e a sua aplicabilidade dentro do método clínico centrado na pessoa. Considerações Finais: comunicar más notícias é frequente para profissionais da saúde, fazendo-se necessário aplicação de uma técnica simples, prática e didática, como o SPIKES, que proporciona autonomia de adequação desse recurso à personalidade do profissional de saúde e realidade de cada paciente, atendendo aos preceitos básicos da medicina centrada na pessoa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Daniel Ribeiro; ARAÚJO, Matheus Caixeta. Avaliação da aplicabilidade do protocolo Spikes na comunicação de más notícias pelo profissional de enfermagem. Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Escola de Ciências Sociais e da Saúde, Curso de Enfermagem. Goiânia, 2020.

BAILE, Walter F. et al. SPIKES – A Six-step Protocol for Delivering Bad News: Application to the Patient with Cancer. The Oncologist, v. 2, i. 2, p. 302- 311, 2000.

BOMFIM, Larissa G.P.; ANNICCHINO, Bruna M.; INADA, Lays H.; VIANNA, Nicolas M.; MEDAWAR, Mariana. Comunicação de más notícias para o paciente oncológico durante a pandemia do Covid-19. Revista Higei@. Unimes. Vol.2 – Número 5.

CALSAVARA, Vanessa Jaqueline; COMIN, Fabio Scorsolini; CORSI, Carlos Alexandre Curylofo. A comunicação de más notícias em saúde: aproximações com a abordagem centrada na pessoa. Revista da Abordagem

Gestáltica: Phenomenological Studies, ISSN-e 1809-6867, Vol. 25, Nº. 1, 2019, págs. 92-102..

CAMARGO, Nicole Cavalari, et al. Ensino de comunicação de más notícias: revisão sistemática. Revista

Bioética. Vol.27, n.2. Brasília Abril./Junho 2019.

CAMPOS, C. F. C; FÍGARO, R. A Relação Médico Paciente vista sob o Olhar da Comunicação e Trabalho.Rev

Bras Med Fam Comunidade. 16(43):2352, 2021.

CASTELHANO, L. M.; WAHBA, L. L. As emoções do médico e as implicações para a prática clínica. Psicologia USP, 2020, volume 31, e180030.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Código de Ética Médica: Resolução CFM nº 2.217, de 27 de setembro de 2018, Brasília - DF.

CRUVINEL, A. F.; THOMAS, F. B.; KLAUS, G. B.; SILVA, T. G. Percepção dos pacientes oncológicos sobre a comunicação verbal e não verbal no recebimento de más notícias. Rev Med (São Paulo). 2021 nov.-dez.;100(6):561-9

CRUZ, C.; RIERA, R.; Comunicando más notícias: o protocolo SPIKES. Revista Diagnóstico e Tratamento. 2016, Vol. 21, ed. 3. p. 106.

GOMIDES, M. M.; MUSTAFÁ, A. M. M.; MANRIQUE, E. J. C. Conhecimento dos acadêmicos de medicina do quarto ao sexto ano sobre a comunicação de más notícias. J Business Techn. 2019;9(1): 79-92.

MENDES, I. A.; LIMA, F. F. S. Comunicação de notícias difíceis em oncologia na vivência de enfermeiros: aspectos fundamentais para a formação e manutenção de um trabalho eficaz e saudável. Instituto Nacional de Câncer. Coordenação Geral de Gestão Assistencial. Coordenação de Educação. Rio de Janeiro: INCA.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Comunicação de notícias difíceis: Compartilhando desafios na Atenção à Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Coordenação Geral de Gestão Assistencial. Coordenação de Educação. Rio de Janeiro: INCA, 2010.

MOURA, Ananda Cristine Amador de et al. Estratégias de Ensino-Aprendizagem para Formação Humanista, Crítica, Reflexiva e Ética na Graduação Médica: Revisão Sistemática. Revista Brasileira de Educação Médica [online]. 2020, v. 44, n. 03.

NETO, L. L. S. et al. Habilidade de Comunicação da Má Notícia: o Estudante de Medicina Está Preparado?. Revista Brasileira de Educação Médica, 41 (2) : 260 – 268 ; 2017.

OYAMA, P. R. L.; SILVA, D. A. F.; GOES, A. F. T. Protocolo Spikes: Comunicação de más notícias em cirurgia. Colégio Brasileiro de Cirurgiões Departamento de Cirurgia da Associação Paulista de Medicina. Outubro, 2015.

ROCHA, P. T. B.; DELARMELINA, E. L. C. A importância da atuação do psicólogo hospitalar na comunicação de más notícias: uma revisão integrativa da literatura brasileira. Trabalho de Conclusão de Curso (Pscicologia) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal. Cocal-RO, 2019.

SILVEIRA, F. J. F.; BOTELHO, C. C.; VALADÃO, C. C.; Breaking bad news: doctors skills in communicating with patients. São Paulo Medical Journal. 2017; 135(4): 323-31.

SOUZA, C. L.; EINSFELD, E. Protocolo SPIKES: Revelação de Más Notícias. In: Jornada Acadêmica Interdisciplinar Internacional do Curso de Medicina (2 : 2016 : 20 a 22 de setembro: Joaçaba, SC). Anais De Medicina. Editora UNOESC, 2016 p.107-108.

STEWART, Moira et. al. Medicina Centrada na Pessoa – Transformando o Método Clínico. 3º edição. Ed. Artmed. Porto Alegre, 2017.

VARELA, D.1 ; GIONGO, M. A. B. ; RIBEIRO, M. E. B. ; MARIN, N. R. ; BONAMIGO, E. L. Comunicação de más notícias: a formação médica e o uso de protocolos para efetivá-la. . Anais De Medicina. Editora UNOESC, 2021 p.31-32.

Downloads

Publicado

2023-09-26

Como Citar

QUIEL BARROS MARTINS, N. .; GABRIELA THOMAZINI, M.; TAVARES RODRIGUES, M.; SOUZA MATOS, M.; RIBEIRO SOUTO, R. . Comunicação de más notícias através do protocolo SPIKES: uma revisão bibliográfica. Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 8, n. 15, 2023. DOI: 10.47224/revistamaster.v8i15.414. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/414. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)