Análise do Perfil das Usuárias de Anticoncepcional Oral (ACO) e Dispositivo Intrauterino (DIU)

Autores

  • Thiago Silva IMEPAC https://orcid.org/0000-0002-5754-9454
  • Gabriela Tatiana Vilela Ferreira Saran
  • Débora Vieira
  • Bárbara Valinhas Oliveira
  • Ana Clara Peixoto Pontes.
  • Beatriz Rodrigues da Cunha Alcântara

DOI:

https://doi.org/10.47224/revistamaster.v8i16.386

Palavras-chave:

Dispositivo Intrauterino (DIU), Anticoncepcional Oral (ACO), Determinantes Sociais da Saúde

Resumo

No mundo, cerca de 120 milhões de mulheres almejam evitar a gravidez, e no Brasil é dever do Estado a promoção de informações técnicas e científicas que permitam assegurar o planejamento familiar e, consequentemente, a contracepção. Nesse sentido, o objetivo deste estudo é analisar o perfil das usuárias de anticoncepcional combinado oral (ACO) e dispositivo intrauterino (DIU), baseado na idade, cor ou raça, nível de instrução (escolaridade e educação), situação de domicílio, rendimento mensal per capita e método contraceptivo usado. Trata-se de um estudo observacional, analítico de corte transversal, com análise do perfil epidemiológico por meio da coleta de dados pelo sistema IBGE de recuperação automática (SIDRA). O foco da discussão é a compreensão da influência da idade, escolaridade e perfil socioeconômico das usuárias sobre o uso e adesão aos métodos. Os resultados e análises foram insuficientes devido a falta de dados na plataforma base. Conclui-se a necessidade de repetir a pesquisa em momento oportuno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APTER, D. Opções de contracepção: Aspectos únicos para adolescentes e adultos jovens. Rev. Melhores Práticas e Pesquisa Clínica Obstetrícia e Ginecologia. Vol. 48, p. 115-127. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S152169341730144X. Acesso em: 27 jun. 2022.

BRANDÃO, E.R. CABRAL, C.S.. Da gravidez imprevista à contracepção: aportes para um debate. Cadernos de Saúde Pública. 2017, v. 33, n. 2. Acesso em: 4 abr. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00211216

BRITO, M. B. et al. Baixo nível de conhecimento sobre métodos anticoncepcionais entre adolescentes grávidas no Brasil. Rev. de Ginecologia Pediátrica e Adolescente. Vol. 31. Ed. 3, p. 281-284. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1083318817305399. Acesso em: 27 jun. 2022.

FEBRASGO. Manual de Anticoncepção. [S. l.: s. n.], 2015.

FERREIRA, R. V. et al. Planejamento Familiar: gênero e significados/Family Planning: gender and significance. Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 13, n. 2, p. 387-397, 2014. DOI: https://doi.org/10.15448/1677-9509.2014.2.17277

FREITAS, F.S, GIOTTO, A.C. Conhecimento sobre as consequências do uso de anticoncepcional hormonal. Rev Inic Cient Ext. 2018; 1(2):91-5.

GONÇALVES, T. R. et al. Social inequalities in the use of contraceptives in adult women from Southern Brazil. Revista de Saúde Pública, v. 53, p. 28, 28 mar. 2019. DOI: https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2019053000861

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Planejamento Familiar: Um manual global para profissionais e serviços de saúde. [S. l.: s. n.], 2007.

PEDRO, J. M. A experiência com contraceptivos no Brasil: uma questão de geração. Revista Brasileira de História, v. 23, n. 45, p. 239-260, 2003. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-01882003000100010

Downloads

Publicado

2023-12-14

Como Citar

SILVA, T.; TATIANA VILELA FERREIRA SARAN, G. .; VIEIRA, D. .; VALINHAS OLIVEIRA, B. .; CLARA PEIXOTO PONTES., A. .; RODRIGUES DA CUNHA ALCÂNTARA, B. . Análise do Perfil das Usuárias de Anticoncepcional Oral (ACO) e Dispositivo Intrauterino (DIU). Revista Master - Ensino, Pesquisa e Extensão, [S. l.], v. 8, n. 16, 2023. DOI: 10.47224/revistamaster.v8i16.386. Disponível em: https://revistamaster.imepac.edu.br/RM/article/view/386. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)